Dois vereadores são cassados por compra de votos em Mato Grosso do Sul

Troca de votos por convites de show e combustível

 

Dois vereadores de Mato Grosso do Sul foram cassados durante essa semana acusados de compra de votos. Nesta sexta-feira (24), o TRE (Tribunal Regional Eleitoral) cassou o vereador e presidente da Câmara de Taquarussu, Sandro Félix (PMDB), por trocar convites de um evento sertanejo por votos.

 

Durante as suspeitas durante as eleições de 2016, ele foi denunciado na Operação Entrada Livre, realizada pelo Ministério Público Eleitoral. Sandro Félix teve o mandato cassado e foi declarado inelegível nos próximos oito anos.

 

O outro cassado é o vereador de Nova Andradina João Dan (PSDB). O legislador era investigado na Operação Bomba Aberta, também por compra de votos.

 

A decisão da 5ª Zona Eleitoral, foi baseada na acusação de compra de votos em troca de combustível. Além de perder o mandato, João Dan também está inelegível por oito anos. Os dois podem recorrer das decisões.

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

MARACAJU: ex-prefeito CELSO VARGAS (inelegível) declara apoio a MARCOS CALDERAN

24.10.2020

1/18
Please reload

ANTÔNIO JOÃO: Juíza “indefere” registro de 12 candidatos do PSDB

23/10/2020

1/18
Please reload

mega_fone_cidadão..jpg

RW apresenta Noticiário ao vivo das 19h00 ás 20h00 a partir desta quarta feira

10.4.2019

1/5
Please reload