Reinaldo e Maurílio, primos que governam na contramão.

Em Mato Grosso do Sul, o Governador Reinaldo Azambuja busca garantir a reforma administrativa com a redução de 13 Secretarias para 10, 16 superintendências, centralização dos órgãos de atendimento em 44 municípios, regionalização das agências fazendárias (Agenfa) passando de 79 para 30 e o corte de 1 mil cargos comissionados e temporários.

 

De acordo com o governo, a reforma administrativa irá garantir uma economia de R$ 130 milhões ao orçamento estadual deste ano.

 

Enquanto o Governador Reinaldo Azambuja fala das medidas para conter a crise econômica em MS, o seu primo e atual prefeito de Maracaju-MS, Maurílio Azambuja está na contra mão da economia.

 

Em Maracaju o Prefeito realizou um Concurso Público em 2014 oferecendo 134 vagas e até o dia de hoje já convocou 435 pessoas.

Dr. Maurílio Azambuja sancionou no Diário Oficial a criação de 10 cargos comissionados com salários de R$ 3.000,00 e R$ 3.500,00 reais. Com a criação destes, aumenta-se a folha em R$ 30.500,00 reais ao mês.

 

Além destes 10 cargos comissionados, foi publicada também a criação de mais 128 cargos efetivos, o que vai onerar a máquina em R$ 209.063,00 mensais.

 

Vale ressaltar que nesse ano os salários de prefeito, vice-prefeito, secretários, procurador e controlador geral tiveram aumento aprovado pela Câmara, elevando os gastos em R$ 42.492,77 mensais.

 

Neste 1º de Abril a Prefeitura de Maracaju realizou um Processo Seletivo Simplificado para contratação e formação de cadastro de reservas para atender a necessidade temporária de 05 Secretarias oferecendo mais de 200 vagas, sem falar no Processo seletivo que já atendeu a Secretaria de Educação do Município.

 

No total de 10 cargos comissionados, 128 cargos efetivos e aumento de salário de prefeito e secretários, a despesa do município aumentou em R$ 282.055,50 (duzentos e oitenta e dois mil, cinquenta e cinco reais e cinquenta centavos) por mês, não contabilizados aqueles que serão chamados para o PROCESSO SELETIVO TEMPORÁRIO.

 

Governantes e primos, porém com perfis de Governo diferentes, enquanto o Governador Reinaldo Azambuja procura conter a crise econômica com a reforma administrativa para diminuir os gastos, o Prefeito de Maracaju Maurílio Azambuja realiza mais gastos com a criação de cargos e aumento de salários sem apresentar nenhuma proposta de reforma para adequar a máquina administrativa.

 

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

MS: GIOVANA VARGAS é cogitada para assumir a Secretaria Estadual de Cultura

26.10.2020

1/18
Please reload

Juiz “INDEFERE” candidatura de SÉRGIO HARFOUCHE

27/10/2020

1/18
Please reload

mega_fone_cidadão..jpg

RW apresenta Noticiário ao vivo das 19h00 ás 20h00 a partir desta quarta feira

10.4.2019

1/5
Please reload