Esposa de Procurador Geral de Maracaju supostamente foi favorecida por apadrinhamento em Concurso Público.

22/04/2017

O concurso público foi realizado através do Edital 001/2013 pelo prefeito de Maracaju Dr. Maurílio Azambuja.

 Concurso público para efetivação de servidor municipal de Maracaju foi realizado oferecendo 134 vagas em 38 cargos.

 

APARENTEMENTE o concurso público ocorreu de maneira lícita e transparente aos olhos da sociedade.

 

Porém, a questão a ser verificada no momento é a quantidade de convocações e nomeações muito além das vagas oferecidas.

 

O total de vagas oferecidas pelo concurso público era de 134, mas até então a prefeitura já convocou 442 candidatos, nomeando 332 servidores.

 

A prefeitura contratou 150% além das vagas oferecidas em concurso público.

 

E as situações que tem causado mais suspeita são quanto às vagas de:

 

ASSISTENTE DE CIEI – oferecidas 05 vagas e nomeou-se 44 servidores.

 

AUXILIAR DE SERVIÇOS DIVERSOS – oferecidas 10 vagas e nomeou-se 48 servidores.

 

ASSISTENTE SOCIAL - Oferecida 02 vagas, convocou 08 e contratou 07 servidores, ou seja, 300% além das vagas e a suspeita é que houve favorecimento para se chegar até o nome de ILMA AQUINO DA ROSA – PMDB (8º lugar no concurso público), que hoje é secretária de Assistência Social e cunhada do Presidente do PMDB JOÃO CARLOS PESSATTO.

 

Outra suspeita de apadrinhamento, vem da mesma família.

 

FARMACÊUTICO - Oferecida 02 vagas, convocou 08 e nomeou 06 servidores, ou seja, 200% além das vagas e mais uma vez suspeita-se que as convocações foram até o nome de THAYNA ARMINIA AZAMBUJA PESSATTO - PMDB (8º lugar no concurso público), para favorecê-la, visto que é esposa do Procurador Geral do Município PEDRO RAFAEL RIBEIRO PESSATTO, o qual é filho do Presidente do PMDB JOÃO CARLOS PESSATTO.

 

O Cidadão está alerta e já apurou que existem denúncias no MPE a respeito dos supostos apadrinhamentos políticos no Concurso Público de 2013.

 

Vamos aguardar o posicionamento da Justiça.

 

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

MARACAJU: vereador exige a liberação do “CACHOEIRA”

21.10.2020

1/18
Please reload

A partir do recebimento da denúncia, STJ pode afastar REINALDO AZAMBUJA a qualquer momento

16/10/2020

1/18
Please reload

mega_fone_cidadão..jpg

RW apresenta Noticiário ao vivo das 19h00 ás 20h00 a partir desta quarta feira

10.4.2019

1/5
Please reload