BOMBA: Prefeito pode ter SALÁRIO reduzido

20/06/2017

O Ministério Público Estadual de MS ajuizou AÇÃO CIVIL PÚBLICA para suspender o aumento de salário do Primeiro Escalão do Poder Executivo de Maracaju.

 

No último dia 05 de junho, o Ministério Público Estadual, representado pela Promotora de Justiça Dra. Simone Almada Goes, titular da 1ª Promotoria de Maracaju, ingressou com a Ação Civil Pública nº 0900018-51.2017.8.12.0014, em face da Prefeitura Municipal de Maracaju, representada pelo Prefeito Dr. Maurílio Ferreira Azambuja, por Violação aos Princípios Administrativos.

 

A referida ação se deu pelo fato de que os subsídios do Prefeito, Vice-Prefeito, Secretários, Procurador-Geral e Controlador-Geral foram concedidos dentro do prazo de 180 dias proibidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal. (Para saber mais, clique aqui).

 

A Ação Civil Pública está sob apreciação do Juiz de Direito Dr. Raul Ignatius Nogueira, em caráter de urgência, visto que a suposta ilegalidade pode causar danos aos cofres públicos.

 

Entre os pedidos do MPE está a Nulidade do Aumento concedido, e consequentemente, o retorno aos salários referentes ao quadriênio 2013/2016. (Para saber mais, clique aqui).

 

Esta já é a segunda Ação Civil Pública que a Prefeitura de Maracaju responde, em menos de um mês. (Confira aqui).

 

 

Após O CIDADÃO ALERTA publicar matéria referente ao aumento de salários do Prefeito, Vice-Prefeito, Secretários, Procurador-Geral e Controlador-Geral, foi visível o descontentamento da população através das redes sociais.

 

Agora nos resta aguardar atentamente a decisão do Excelentíssimo Juiz.

 

 

O CIDADÃO ESTÁ ALERTA!

 

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

MARACAJU: GOLD CERTIFICADOR DIGITAL realiza Mega Promoção de Certificados e-cnpj A-1 - e-cpf A-3

28.6.2020

1/18
Please reload

Reinaldo Azambuja nomeia ex-secretário de MANDETTA com salário de R$ 15.888,47

02/07/2020

1/18
Please reload

mega_fone_cidadão..jpg

RW apresenta Noticiário ao vivo das 19h00 ás 20h00 a partir desta quarta feira

10.4.2019

1/5
Please reload