• O Cidadão Alerta

Secretários têm os salários reduzidos

O prefeito Maurílio Azambuja falou ao Jornal Maracaju Hoje que adotou medidas importantes para contenção de gastos.

Uma das medidas para contenção de despesas do município foi o anuncio da REDUÇÃO DOS SALÁRIOS dos Secretários Municipais em 10%, ou seja, os salários dos secretários que eram de R$ 10.635,21 com a redução segundo o anuncio do prefeito passará a ser de R$ 9.571,68.


Outra medida indispensável foi à demissão de 55 servidores públicos contratados e também a redução em 10% dos salários dos médicos, medida esta necessária já que a arrecadação do município é equivalente a arrecadação do ano de 2015.


A mudança nos salários dos secretários não deve fazer muita diferença, visto que eles tiveram os seus salários aumentado em 32%, ou seja, de R$ 8.000,00 passou para R$ 10.635,21 em 2017.


O mesmo aconteceu com o salário do Prefeito e Vice-prefeito que tiveram seus salários reajustados, sendo que o salário do prefeito pulou de R$ 18.000,00 (dezoito mil reais) para R$ 23.929,23 (vinte e três mil novecentos e vinte e nove reais e vinte e três centavos) e o salário do VICE-PREFEITO de R$ 15.000,00 (quinze mil reais) para R$19.941,02 (dezenove mil novecentos e quarenta e um real e dois centavos).


O MPE encontrou irregularidades no aumento dos salários dos secretários, prefeito e vice-prefeito e por isso ajuizou uma AÇÃO CIVIL PÚBLICA no judiciário para cancelar o referido aumento, considerado-o ilegal.


A AÇÃO CIVIL PÚBLICA foi protocolada pelo MPE no dia 05/06/2017 e está à espera de uma decisão do juiz desde o dia 06/06/2017. Dois meses se passaram e o MPE não obteve nenhuma decisão, esta demora vem causando prejuízo ao erário publico, já que o MPE não pediu a devolução da diferença paga ao prefeito, vice-prefeito e secretários, que enquanto isto vão recebendo os salários supostamente irregulares.


Esperamos que o judiciário possa tomar uma decisão antes mesmo do término do mandato do atual prefeito.


Ainda quanto à contenção de despesas, a Prefeitura esquece que este ano ainda, precisamente no dia 22/03/2017 foram criados 10 CARGOS COMISSIONADOS (DOM) que geram uma despesa mensal de R$ 30.500,00.


Irônico é o PRIMEIRO ESCALÃO do PODER MUNICIPAL falar em contenção de despesas nas demais áreas (saúde e educação) enquanto AUMENTA seus próprios SALÁRIOS e cria CARGOS COMISSIONADOS.


179 visualizações
mega_fone_cidadão..jpg