Terras do Grupo Chinês BBCA em Maracaju são cedidas para lavoura de trigo.

24/08/2017

O que era pra ser uma FÁBRICA DE PROCESSAMENTO DE MILHO hoje está abandonado e servindo como plantação de trigo.

 

O Cidadão Alerta recebeu denúncias de que a fábrica de processamento de milho em Maracaju que seria construída pelo Grupo Chinês BBCA está ABANDONADA.

 

 

Para apurar as denúncias, estivemos pessoalmente na fábrica e ficamos surpresos com o estado de ABANDONO em que se encontra a fábrica, sem nenhuma alma viva, podendo qualquer pessoa entrar e sair com a maior facilidade.

 

A surpresa maior foi quando nos deparamos com uma PLANTAÇÃO DE TRIGO dentro da área do Grupo Chinês BBCA, com aproximadamente 90 hectares de plantação.

 

Ao buscarmos o responsável pela plantação, a surpresa foi ainda maior, já que o responsável é um lavoureiro influente em Maracaju.

 

Esta informação foi confirmada quando estivemos pessoalmente na casa onde moram os chineses e conversamos com o engenheiro Carelli. Fizemos a seguinte pergunta:

“Foram vocês que autorizaram a plantar milho e trigo na área destinada a fabrica dos chineses?”

Engenheiro Carelli: “Sim, o pessoal dos .........................”

 

Quando perguntado se foram eles que autorizaram a referida plantação, respondeu que "sim", mas não soube informar com precisão se alugaram ou venderam as terras.

Ademais, nos orientou a procurar a Matriz de Campo Grande e falar com o senhor Gregson.

 

Informamos que iríamos publicar a matéria sobre o ABANDONO em que se encontram as instalações e também a PLANTAÇÃO DE TRIGO nas terras do Grupo Chinês BBAC.

 

O senhor Carelli então me disse que eu precisaria de autorização para isso e, na mesma hora, ligou para o escritório em Campo Grande. Em seguida houve o retorno por parte do Senhor Gregson que também não soube nos informar quem autorizou o lavoureiro a plantar trigo nas terras.

 

Gregson afirmou que necessitaria buscar essas informações e que às 17:15 h do dia 15/08 estaria retornando para passar a resposta ao site.

 

Como não houve retorno por parte do Senhor Gregson, ligamos para a matriz em Campo Grande no dia 16/08, quando nos informou que o Gregson estava em Maracaju com o senhor Carelli e estaria nos procurando para sanar as dúvidas.

 

Porém, até a presente data não houve retorno.

 

Segundo nossas fontes, a Prefeitura doou 102 hectares de terras para o Grupo Chinês BBAC e 170 Hectares foram comprados pela própria empresa chinesa. E as terras cedidas para o lavoureiro PLANTAR TRIGO foram compradas pelo Grupo Chinês.

 

Confira o que diz a Lei que autorizou a doação das terras do Município de Maracaju ao Grupo Chinês BBAC.

LEI Nº 1852, DE 15 DE DEZEMBRO DE 2015.

Art. 4º - Os imóveis objetos da doação de que trata a presente lei ficarão inalienáveis e intransferíveis pelo prazo de 10 (dez) anos, sob pena de reversão automática da doação em favor do Município de Maracaju, mediante a publicação de Decreto Executivo de cancelamento da doação, sem direito a qualquer retenção e/ou indenização/ressarcimento.

 

Ou seja, pelo prazo de 10 anos estas terras não podem ser CEDIDAS ou VENDIDAS, conforme disse ao Cidadão Alerta o senhor Carelli.

 

O alojamento que era dos empreiteiros está abandonado, depredado e sem telhados, em TOTAL ABANDONO.

 

O senhor Carelli informou que as obras serão reiniciadas e não tem previsão de término, já que segundo o contrato com a Prefeitura, a fábrica era pra estar em pleno funcionamento em fevereiro de 2017.

 

O Grupo Chinês BBCA responsável pela construção da fábrica de processamento de milho em Maracaju, recebeu incentivos fiscais, assim como DOAÇÃO DE TERRAS com a esperança de gerar mais de 600 EMPREGOS DIRETOS.

 

O Cidadão está Alerta e nos colocamos a disposição do Grupo BBCA e também do lavoureiro que a primeiro momento resolvemos preservar o nome, já que estamos averiguando de que forma foram cedidas estas terras, se vendidas ou alugadas.

 

O prefeito Doutor Maurílio publicou no site oficial da prefeitura que “hoje o sonho é real”, se referindo à construção da fábrica de processamento de milho em Maracaju.

 

Esperamos mesmo que essa realidade possa acontecer, para gerar emprego e melhorar o padrão de vida da população Maracajuense, já que o SONHO HOJE só é realidade para o lavoureiro responsável pela PLANTAÇÃO DE TRIGO nas terras do Grupo Chinês BBCA.

 

Confira a Lei Nº 1852, DE 15 DE DEZEMBRO DE 2015 que aprovou a autorização para doar as terras para o Grupo Chinês BBCA.

 

Confira abaixo a situação de abandono e a plantação de trigo.

 

 

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

MARACAJU: GOLD CERTIFICADOR DIGITAL realiza Mega Promoção de Certificados e-cnpj A-1 - e-cpf A-3

28.6.2020

1/18
Please reload

Reinaldo Azambuja nomeia ex-secretário de MANDETTA com salário de R$ 15.888,47

02/07/2020

1/18
Please reload

mega_fone_cidadão..jpg

RW apresenta Noticiário ao vivo das 19h00 ás 20h00 a partir desta quarta feira

10.4.2019

1/5
Please reload