Justiça pede condenação e suspensão dos direitos políticos de Sérgio de Paula

Sérgio de Paula é acusado de improbidade administrativa que o levou ao enriquecimento ilícito.

O Ministério Público de Mato Grosso do Sul (MPE) ajuizou uma ação civil pública, pedindo a condenação do ex-secretário de Estado da Casa Civil, Sérgio de Paula, aonde ele terá que devolver aos cofres públicos o valor de R$ 32.625,01, por atos de improbidade administrativa que o levou ao enriquecimento ilícito.

 

Segundo a denúncia, o ex-secretário, teria utilizado uma aeronave do Estado para fins particulares, viajando, no dia 14/6/16, para Andradina (SP), junto com a família para participar do velório de seu pai e depois utilizou novamente, no dia 22/6/16, para participar da missa de sétimo dia.

 

Segundo o MPE, a investigação deu início no dia 26 de junho de 2017, quando a 31ª Promotoria de Justiça instaurou um procedimento preparatório para apurar o uso da aeronave pertencente ao Governo do Estado para fins particulares do então secretário de Estado da Casa Civil.

 

Além do ressarcimento, o Promotor de Justiça Humberto Lapa Ferri, também pede a perda da função pública do secretário, a suspensão dos direitos políticos de três a cinco anos, pagamento de multa civil e a proibição de contratar ou receber benefícios com o Poder Público.

 

Ainda de acordo com o promotor, ao ex-secretário Sérgio de Paula o pagamento dos honorários pelo processo ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ministério Público Estadual.

 

Elizeu Ribeiro

 

Fonte: conteudoms.com

 

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

MARACAJU: vereador exige a liberação do “CACHOEIRA”

21.10.2020

1/18
Please reload

A partir do recebimento da denúncia, STJ pode afastar REINALDO AZAMBUJA a qualquer momento

16/10/2020

1/18
Please reload

mega_fone_cidadão..jpg

RW apresenta Noticiário ao vivo das 19h00 ás 20h00 a partir desta quarta feira

10.4.2019

1/5
Please reload