Prefeito diz que denuncia é requentada e está com a consciência tranquila

Queiróz está tranquilo e espera decisão da justiça.

 

Ministério Público denunciou o prefeito de  Água Clara, Edvaldo Alves de Queiroz (vulgo “Tupete”), por liderar ações de crimes e  ilegalidades, entre dispensas irregulares, fraudes e desvios em procedimentos licitatórios na prefeitura de Água Clara  entre 2008 e 2012.

 

Para a Justiça, o prefeito Liderou uma quadrilha  que fez mau  uso do dinheiro público que movimentou  R$ 11.854.000,00 (onze milhões oitocentos e cinquenta e quatro mil reais) em valor não atualizado.

 

Além do prefeito, seis pessoas, faziam parte da ação criminosa. São elas, a procuradora jurídica da prefeitura e vice-líder da quadrilha, Ana Paula Rezende Munhoz; o advogado Marco Antônio Teixeira, contratado para emissão de pareceres jurídicos; o economista, Whyldson Luís Correa de Souza Mendes, contratado para elaborar editais de licitação direcionados; o então secretário de administração de Água Clara,  José Ailton Paulino dos Santos; a servidora da Prefeitura Maria Amélia da Silva Rodrigues; e o engenheiro da Prefeitura Anderson Tabox Saiar.

 

Os empresários envolvidos em cada uma das fraudes deverão ser processados separadamente, de acordo com os crimes com os quais estejam envolvidos, na primeira instância da Justiça Federal.

 

O grupo desviou dinheiro público federal destinado a transporte, merenda escolar, obras de pavimentação asfáltica e galerias pluviais, além de ter frustrado o caráter competitivo de procedimentos relativos à aquisição de peças de veículos de transporte escolar e de ter empregado recursos públicos federais em desacordo com o Programa de Atenção Básica da Saúde.

 

A Procuradoria formulou a acusação em face da organização criminosa baseando-se em um inquérito policial conduzido pela Polícia Federal e em seis Procedimentos Investigatórios Criminais conduzidos pelo Ministério.

 

O outro lado; O prefeito Edvaldo Queiróz explica que a denuncia é requentada e que está com a consciência tranquila e espera resultado das investigações. 

 

Foto Divulgação.

 

Fonte: Radiowebms.com.br

 

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

MARACAJU: ex-prefeito CELSO VARGAS (inelegível) declara apoio a MARCOS CALDERAN

24.10.2020

1/18
Please reload

ANTÔNIO JOÃO: Juíza “indefere” registro de 12 candidatos do PSDB

23/10/2020

1/18
Please reload

mega_fone_cidadão..jpg

RW apresenta Noticiário ao vivo das 19h00 ás 20h00 a partir desta quarta feira

10.4.2019

1/5
Please reload