Advogado preso em Operação da Polícia Federal já recebeu quase meio milhão de reais da Prefeitura de Maracaju

14/11/2017

O advogado foi alvo da Operação Papiros de Lama, desdobramento da Lama Asfáltica.

 

O ex-governador do Estado de MS André Puccinelli (PMDB) e seu filho, o advogado André Puccinelli Júnior, foram presos preventivamente em Campo Grande-MS e levados para a superintendência da Polícia Federal.

 

Segundo a PF, a aquisição de OBRAS JURÍDICAS por parte de empresa estatal era uma das formas de lavagem de dinheiro que direcionava os lucros para o grupo criminoso.

 

Ademais, essa não é a primeira vez que o advogado é alvo da operação. Em maio deste ano, em outra fase da Lama Asfáltica, ele também foi investigado por suspeita de superfaturamento em LIVROS JURÍDICOS.

 

O advogado e professor universitário André Puccinelli Júnior tem contrato de ASSESSORAMENTO JURÍDICO com a Prefeitura de Maracaju, onde já recebeu o valor de R$ 475.000,00 (quatrocentos e setenta e cinco mil reais) até a presente data.

 

Vale ressaltar que a Prefeitura de Maracaju mantém contrato com mais dois escritórios de advocacia:

Aldairton Carvalho Sociedade de Advogados - ME (com sede em Fortaleza – CE)

CONECTA CONSULTORIA E SOLUÇÕES TECNOLÓGICAS LTDA – ME, com sede em São José do Rio Preto – SP, contratada para assessorar a Procuradoria Jurídica no valor de R$ 600.000,00 (seiscentos mil reais).

 

Sendo que todos estão situados fora do Município de Maracaju e o montante das contratações ultrapassam o valor de R$1.000.000,00 (um milhão de reais).

 

O que é questionável, pois não haveriam advogados suficientes e escritórios qualificados na cidade?

 

O Cidadão Alerta, por telefone, entrou em contato com a Presidente da OAB da Subseção de Maracaju, Dra. Nely Ratier Placencia, a qual nos atendeu gentilmente e informou que existem em torno de 70 advogados na comarca.

 

Questionada se estava ciente das contratações jurídicas do Município, incluindo diversos escritórios de fora da cidade e com preços elevados, a Presidente disse que isso é devido às exigências feitas nos editais de abertura para tal, como por exemplo, "DOUTORADO".

 

A situação é lamentável, haja vista que existem inúmeros profissionais jurídicos qualificados na cidade e não têm essa oportunidade por parte do Poder Público.

 

 

 

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

MARACAJU: ex-prefeito CELSO VARGAS (inelegível) declara apoio a MARCOS CALDERAN

24.10.2020

1/18
Please reload

ANTÔNIO JOÃO: Juíza “indefere” registro de 12 candidatos do PSDB

23/10/2020

1/18
Please reload

mega_fone_cidadão..jpg

RW apresenta Noticiário ao vivo das 19h00 ás 20h00 a partir desta quarta feira

10.4.2019

1/5
Please reload