Marco Aurélio nega liminar de procuradores que querem se candidatar

11/08/2018

Marco Aurélio Mello negou liminar na ADI (Ação Direta de Inconstitucionalidade) movida pela Associação Nacional dos Procuradores da República, que foi ao STF para que procuradores e promotores possam disputar as eleições, informa Lauro Jardim (O Globo).

 

Hoje, se quiserem ser candidatos, promotores e procuradores precisam se demitir de seus cargos no Ministério Público.

 

Pela proposta da ANPR, bastaria uma licença para que eles entrassem na corrida eleitoral. Marco Aurélio alegou que “a racionalidade própria ao Direito direciona no sentido de aguardar-se o julgamento definitivo” da questão.

 

Fonte: www.oantagonista.com

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

MARACAJU: hoje, apenas 07 partidos estão aptos para confirmar pré-candidaturas a prefeito

5.7.2020

1/18
Please reload

Reinaldo Azambuja nomeia ex-secretário de MANDETTA com salário de R$ 15.888,47

02/07/2020

1/18
Please reload

mega_fone_cidadão..jpg

RW apresenta Noticiário ao vivo das 19h00 ás 20h00 a partir desta quarta feira

10.4.2019

1/5
Please reload