MARACAJU: terreno doado para empresário gera debate na Câmara e Hélio Albarello diz que Dra. Simone afirmou que tudo está dentro da Lei.

20/08/2018

Terreno doado para o empresário HÉLIO ISIDÓRIO VIEIRA gera debates calorosos na Câmara Municipal.

O vereador Catito cobrou uma solução para os terrenos localizados no POLO INDUSTRIAL, visto que existe empresário com problemas de vizinhança devido ao funcionamento da sua empresa dentro da cidade.

 

“Não é justo termos pessoas querendo trabalhar e infelizmente ter problemas com vizinhos, sendo que existem vários terrenos no POLO INDUSTRIAL que com certeza poderia resolver parte desta situação”, afirmou Catito.

 

È comum na Câmara de Vereadores, todas as vezes que se fala no POLO INDUSTRIAL, lembrar-se do terreno que foi doado para o Presidente da ASSEMA, HÉLIO ISIDÓRIO, o qual foi beneficiado com a liberação das condições deste terreno, através da  cláusula que foi modificada e enviada ao cartório. Confira imagem abaixo:

 

O vereador Catito cobrou ainda uma posição da Câmara, propondo que fosse oferecida denúncia ao Ministério Publico Estadual, pois com certeza esta seria a única solução. (Confira o vídeo abaixo).

 

O vereador Hélio Albarello usou a tribuna para informar que a situação do POLO INDUSTRIAL está nas mãos do Judiciário, e não existe nada que a Câmara e nem ninguém possa fazer, a não ser aguardar.

 

O vereador Hélio, literalmente jogou um balde de água fria no vereador Catito, quando informou ao vereador que na questão do terreno doado para o presidente da ASSEMA, não tem nada de ilegal e que inclusive a PROMOTORA de JUSTIÇA Dra. Simone Almada Goes, já havia confirmado que não existe nenhuma irregularidade nesta liberação de obrigação de ônus. (Confira o vídeo abaixo).

 

 

O vereador Catito solicitou o aparte perguntando se está na Lei que o empresário pode alugar o terreno, sendo respondido pelo vereador Hélio:

 

“Tá na Lei, que pode sim ser feito, se o cara..., vai lá, pega a lei, Catito, analisa ela...” (Confira o vídeo abaixo).

 

 

Confira o que diz a Lei Nº 1552/2009, artigo 28, § 1º e § 2º.

 

Com os ânimos aflorados, surgiu até a denúncia de que os chineses do Grupo BBCA, supostamente, estavam vendendo parte das terras que foram doados pelo município.

 

O vereador Catito citou o § 2º da Lei acima para confrontar o que o presidente Hélio Albarello havia afirmado.

 

A questão é, que segundo o presidente Hélio Albarello, a situação do POLO INDUSTRIAL já esta nas mãos do Juiz para sentença, o que poderá se dada a qualquer momento.

 

Já a questão do terreno doado para o empresário Hélio Isidoro está dentro da Lei e segundo confirmado pelo Presidente da Câmara, a própria Promotora de Justiça, Dra. Simone confirmou para ele.

 

Já os terrenos do Loteamento Ezequiel Peu da Silva no Bairro Alto Maracaju, onde muitos estão aguardando para construírem suas casas, depende apenas da boa vontade do EXECUTIVO MUNICIPAL, e segundo o vereador Laudo Sorrilha, a prefeitura está viabilizando meios financeiros para providenciar a infraestrutura, como água, luz e asfalto.

 

Por fim, o presidente da Câmara Hélio Albarello disse:

“Eu acho que é um absurdo o que aconteceu com o Auto Vidros, o cara construiu, ganhou de graça, alugou, recebendo um mundo de dinheiro com patrimônio do município”. (Confira o vídeo abaixo).

 

 

 

 

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Vereador afirma: “o dirigente aqui de Maracaju da SANESUL é um IRRESPONSÁVEL, SEM CORAÇÃO”

15.7.2020

1/18
Please reload

Governo MS nomeia Comissionado com salário de R$ 15.888,47

15/07/2020

1/18
Please reload

mega_fone_cidadão..jpg

RW apresenta Noticiário ao vivo das 19h00 ás 20h00 a partir desta quarta feira

10.4.2019

1/5
Please reload