Deputados envolvidos em escândalos de “SERVIDORES FANTASMAS” buscam reeleição

06/10/2018

Paulo Corrêa, Felipe Orro e Lídio Lopes são investigados por nomearem servidores FANTASMAS em seus gabinetes.

Em outubro de 2016, os deputados estaduais Paulo Correa e Felipe Orro foram envolvidos numa GRAVAÇÃO TELEFÔNICA, onde Paulo Corrêa orientava Felipe Orro sobre como burlar o controle de frequência dos servidores comissionados. Confira o vídeo abaixo:

Outro escândalo que envolveu o Deputado Felipe Orro foi quando um ex-funcionário afirmava ter sido fantasma em seu gabinete.

 

Situação semelhante ocorreu com o Deputado Lídio Lopes, quando nomeou a esposa de um pastor de Maracaju, que sequer comparecia na Assembléia Legislativa.

 

Após a denúncia do Cidadão Alerta, a pastora EUNICE VARELLA MELO DOS SANTOS foi imediatamente exonerada do cargo.

 

Ademais, Lídio Lopes teve seus bens e R$ 88.000,00 (oitenta e oito mil reais) bloqueados pela justiça em uma situação parecida com a de Maracaju, suspeito de fraudar a lista de frequência da servidora, após denúncia feita pelo MPE (Ministério Público Estadual), de que sua assessora, Shiela Lins de Albuquerque, contratada em março de 2013, não estaria cumprindo expediente, sendo considerada uma "servidora fantasma".

 

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

MARACAJU: ex-prefeito CELSO VARGAS (inelegível) declara apoio a MARCOS CALDERAN

24.10.2020

1/18
Please reload

ANTÔNIO JOÃO: Juíza “indefere” registro de 12 candidatos do PSDB

23/10/2020

1/18
Please reload

mega_fone_cidadão..jpg

RW apresenta Noticiário ao vivo das 19h00 ás 20h00 a partir desta quarta feira

10.4.2019

1/5
Please reload