Mestre em falsificar folha de ponto quer ser Presidente da Assembleia Legislativa/MS

04/11/2018

Deputado Paulo Corrêa (PSDB) foi flagrado em escuta telefônica ensinando o companheiro Felipe Orro a fraudar a folha de ponto.

Nas eleições 2018, o deputado estadual Paulo Corrêa (PSDB) foi reeleito com 27.664 votos.

 

Em matéria publicada pelo portal de notícias Capitalnews, Paulo Corrêa anunciou que deve colocar seu nome à disposição da Assembleia Legislativa, para o cargo de PRESIDENTE da casa, a partir de 2019.

 

“Vamos competir, conversar com os companheiros que são os novos deputados, a partir do ano que vem, e colocar essa pré-candidatura à presidência da Assembleia”, afirmou Paulo Corrêa.

 

Ocorre que em junho de 2015, através de uma ligação telefônica, Corrêa ensina o deputado estadual Felipe Orro a fraudar a folha de ponto de seus funcionários (supostos assessores) nomeados na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul.

 

O deputado conversa com Felipe Orro (PSDB). “Presta atenção, é o seguinte, não tem ninguém do seu lado não, né?”, diz Correa ao início da ligação. “Eu preciso falar com calma com você”, complementa.

 

Corrêa afirma ter muitos funcionários e ‘ensina’ o colega a fraudar as folhas de ponto. “Você e eu temos bastante, você sabe que nós temos mais que os outros, não sabe? Põe um controle de ponto, mesmo que seja fictício. Do começo do ano até agora. Pega o seu chefe de gabinete e manda agir. (…) Todo dia aquelas pessoas tem que assinar o ponto, até que passe esse rolo aí”, explica.

 

E continua. “Pega lá desde o dia 15 de fevereiro para cá e manda todo mundo assinar. Vamos dizer que você tenha 20 em cota normal, mas tem mais 20? Faz os 40 assinar. Faz uma folha dos 20 normais e uma folha dos 20 que você tem. Assina e pronto, deixa sempre assinado do dia anterior”.

 

Ao fim da ligação, Corrêa explica porquê teria ligado para Orro, que se limita a dizer “sim” e “não” durante o diálogo. “Estou sugerindo porque eu gosto de você”.

Confira o vídeo abaixo: 

O Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado), braço forte do MPE-MS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul), já investiga o episódio envolvendo os deputados estaduais Paulo Corrêa e Felipe Orro. Midiamax.

 

Agora, mesmo depois de ser flagrado e investigado pelo GAECO, Paulo Corrêa afirma em matéria publicada, que deseja ser presidente da Assembléia Legislativa.

 

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

MS: GIOVANA VARGAS é cogitada para assumir a Secretaria Estadual de Cultura

26.10.2020

1/18
Please reload

Juiz “INDEFERE” candidatura de SÉRGIO HARFOUCHE

27/10/2020

1/18
Please reload

mega_fone_cidadão..jpg

RW apresenta Noticiário ao vivo das 19h00 ás 20h00 a partir desta quarta feira

10.4.2019

1/5
Please reload