Vereador Nego do Povo afirma: “a Justiça nossa é muito podre”

08/04/2019

Vereador fica indignado com a imprensa, que ao fazer o seu trabalho, divulgou a notícia do cidadão sendo preso pela polícia por causa de “GATO” (furto de luz).

 

O vereador Nego do Povo afirmou ter ficado triste com o fato acontecido no Conjunto Ibarra em Maracaju, onde o gerente da ENERGISA fez uma denúncia de “GATO” (furto de luz) e foi até o local juntamente com a polícia, a qual prendeu o “cidadão de bem”.

 

O vereador justificou que “se ele estava fazendo gato é porque realmente a luz dele estava vindo muito caro”.

 

O vereador Nego afirma ainda que “tinha que prender, senhor presidente,  eles, da ENERGISA, tinha que prender eles”.

“Agora o senhor vê quantos milhões essa ENERGISA roubou do povo Matogrosso do sul”, desabafou o vereador. Confira o vídeo abaixo:

 

 

O vereador ficou indignado com “o que fizeram com esse cidadão de bem, cidadão trabalhador, que tá lá trabalhando dia a dia, sol a sol, pra levar o pão de cada dia pra mesa da sua família e chegar lá com a polícia, prender ele”Confira o vídeo abaixo: 

 

 

Ademais, ficou revoltado com a imprensa (sites de noticias) que noticiaram a prisão do cidadão que estava roubando energia, ainda acrescentando fotos, mas não publicou que a “ENERGISA tá roubando o povo mato-grossense, tá roubando Maracaju”Confira o vídeo abaixo:

 

 

O vereador afirmou que “a nossa Justiça é muito podre” e seguiu dizendo “eu tenho aqui o direito de falar no grande expediente, no pequeno expediente, sabe por quê? Porque eu fui eleito pelo povo, Sabe quem que paga eu? É o povo, é o povo”.

Confira o vídeo abaixo: 

 

 

Nego do Povo sugeriu ao presidente da Câmara que chamasse o gerente da ENERGISA até esta CASA DE LEIS, “mas não é justo o que eles fizeram com o trabalhador, que realmente tá trabalhando lá, pegaram lá, levaram o cara preso, a imprensa, primeira coisa a foto do cara entrando no camburão, me doeu aquilo lá, me doeu”. Confira o vídeo abaixo: 

 

 

Vale ressaltar que Nego do Povo lembrou-se do fato ocorrido em fevereiro de 2018, quando a Energisa e a Policia Civil em ação conjunta realizaram uma operação de vistoria em Maracaju.

 

Na época não foram divulgados na imprensa a foto e nem os nomes dos detidos na ação, mas agora destacaram a foto e o nome do cidadão, “e ai porque o cara é fraco, o cara muitas vezes tá lá, pobrezinho, vai lá e os aproveitadores, os sites, aproveitador,  vai lá e tiram foto do cara entrando dentro do camburão, é uma pouca vergonha”, disse Nego do Povo. Confira o vídeo abaixo:

 

 

 

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

MARACAJU: vereador exige a liberação do “CACHOEIRA”

21.10.2020

1/18
Please reload

A partir do recebimento da denúncia, STJ pode afastar REINALDO AZAMBUJA a qualquer momento

16/10/2020

1/18
Please reload

mega_fone_cidadão..jpg

RW apresenta Noticiário ao vivo das 19h00 ás 20h00 a partir desta quarta feira

10.4.2019

1/5
Please reload