• O Cidadão Alerta

Cachorro morre durante queima de fogos neste domingo

Um cachorro morreu na noite deste domingo (14), durante a queima de fogos promovida por um evento da Igreja Católica em Sidrolândia.


O “foguetório” chamou atenção dos moradores da cidade em diversos bairros e faz parte da tradição e cultura dos envolvidos.


Contudo, informações de testemunhas afirmam que por causa dos fogos um cachorro acabou morrendo no Bairro Pé de Cedro, ele invadiu uma residência e ali mesmo faleceu durante a queima de fogos.


Os proprietários da casa afirmaram que não sabem de quem é o cachorro, porém ficaram muito tristes em ver o cãozinho morrer, “ele sangrou um pouco e também defecou, infelizmente ele morreu antes que pudéssemos socorrê-lo”, afirmou.


Especialistas afirmam que o barulho dos fogos assusta os animais e pode sim levar à morte. Os ouvidos super sensíveis dos cães e dos gatos, bem como de muitos animais silvestres, tornam o ruído dos estouros muito mais perturbador e assustador. E há os casos de pets que apresentam problemas neurológicos ou cardíacos. O estresse e o medo podem causar vômitos, falta de ar, convulsões e arritmias cardíacas nesses casos.


Muitos animais fogem apavorados e acabam perdidos e/ou atropelados; outros na ânsia de se livrarem do intenso barulho terminam enforcados em suas próprias correntes, coleiras; alguns animais têm convulsões; há ainda os que pulam das janelas de apartamentos, tamanho o pavor que sentem dos fogos.


Não é difícil que um animal mude completamente seu comportamento após passar pela tortura de não ter como se livrar da intensa queima de fogos.


Lei aprovada, mas não sancionada – Em Abril deste ano, a Câmara Municipal de Sidrolândia aprovou o projeto de Lei que proíbe a soltura de fogos, estampidos e artifícios ou artefatos pirotécnicos no município. O projeto gerou polêmica, porém a grande maioria dos vereadores concordaram com a iniciativa do vereador Jonas Rodrigues (MDB) que foi o autor do projeto.


Contudo, até agora a Lei ainda não foi sancionada pelo Prefeito Marcelo Ascoli e por isso ainda não tem validade, há a hipótese de o prefeito vetar a proposta atendendo um clamor da classe de festeiros e também dos amantes dessa prática em dias de jogos e eventos diversos.


MARACAJU


Vale ressaltar que ontem, 14/07, também ocorreu uma comemoração promovida pela igreja católica com carreata em MARACAJU – MS, com buzinaço e queima de fogos que duraram em torno de 1 hora apenas na concentração, no Bairro San Raphael. O que foi suficiente para tirar o sossego de moradores da região e de seus animais domésticos, havendo até mesmo, reclamação no 190 para a Polícia Militar. CONFIRA O VÍDEO ABAIXO:


Fonte: Noticidade.com


26 visualizações
mega_fone_cidadão..jpg