Americanas é multada por preços diferentes no caixa

23/07/2019

Durante vistoria, na segunda-feira, fiscais do PROCON-MS também identificaram produtos sem preço.

A unidade da Lojas Americanas localizada na avenida Júlio de Castilho, em Campo Grande, foi atuada pelo PROCON-MS (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor) por conter produtos com preços diferentes na gôndola e no caixa.

 

A vistoria foi feita na segunda-feira (22), após o órgão receber denúncias sobre as irregularidades de acordo com o Código do Consumidor. Conforme o PROCON-MS, foram identificados vários produtos que apresentavam divergência de preço.

 

Um dos exemplos citados foi uma marca de patins, que o preço na prateleira estava R$ 169,00 (cento e sessenta e nove reais), mas no caixa era registrado por R$ 199,99 (cento e noventa e nove reais).

 

Alguns produtos que estariam em oferta, conforme anúncio, quando chegava ao caixa era registrado com valor acima, como era o caso de uma marca de fralda descartável, anunciada por R$ 17,99 (dezessete reais e noventa e nove centavos), porém registrado no caixa por R$ 24,99 (vinte e quatro reais e noventa e nove centavos).

 

Também foi encontrado o mesmo problema na venda de um absorvente, anunciado por R$ 5,99 (cinco reais e noventa e nove centavos), e cobrado R$ 7,99 (sete reais e noventa e nove centavos).

 

Os fiscais também encontraram diversos produtos expostos sem preço e também com falta de informação clara em relação aos descontos ofertados na compra de várias unidades. O cupom fiscal apresentava apenas o total do desconto no final do produto, impossibilitando a conferência no cumprimento da oferta nos produtos individualizados. Também foi constatado desconto menor do que deveria ter sido cobrado.

 

A unidade foi autuada e deverá apresentar proposta defesa sobre as irregularidades. A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa da empresa e aguarda o posicionamento da mesma.

 

O consumidor que se sentir lesado por alguma empresa pode fazer a denúncia ao PROCON-MS, pessoalmente, ou pelos outros canais do órgão, o telefone 151, pelo WhatsApp (67) 99158-0088 ou pelo aplicativo Fale Conosco, no site do órgão.

 

Fonte: Midiamax

Jornalista: Daiany Albuquerque

 

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

IBRAPE é multada por supostas “FRAUDES” em pesquisas eleitorais

30.10.2020

1/18
Please reload

Juiz “INDEFERE” candidatura de SÉRGIO HARFOUCHE

27/10/2020

1/18
Please reload

mega_fone_cidadão..jpg

RW apresenta Noticiário ao vivo das 19h00 ás 20h00 a partir desta quarta feira

10.4.2019

1/5
Please reload