MARACAJU: “eles são favoráveis a esta cobrança absurda que a ENERGISA faz da população”

03/11/2019

Disse o vereador Joãozinho Rocha, na tribuna da Câmara, indignado com os deputados estaduais Zé Teixeira, Marçal Filho, Renato Câmara e Barbosinha que votaram contra a CPI da ENERGISA.

Nesta quarta-feira (30/10) o vereador Joãozinho Rocha usou a tribuna da Câmara de Vereadores de Maracaju para citar o nome de 4 Deputados Estaduais que votaram contra a Instauração da CPI da ENERGISA.

 

O vereador Joãozinho é um dos vereadores que tem usado a tribuna da Câmara com frequência para defender a população maracajuense, principalmente contra os aumentos das contas de energia elétrica.

 

O vereador citou como exemplo, três moradores que o procuraram para mostrar as suas contas de energia, com um suposto aumento abusivo de um mês para outro.

 

Joãozinho disse que não entende por qual razão os deputados não aceitam a instauração desta CPI na Assembleia Legislativa - MS.

 

“Qual é o interesse? O que esses 4 cidadãos tem pra votar contra a população? O que esses deputados têm?” Questionou o vereador Joãozinho Rocha. Confira o vídeo abaixo:

 

O vereador citou os nomes dos deputados estaduais, entre eles o Zé Teixeira “que vive aqui de quatro em quatro anos, se dizendo até que é de Maracaju”, falou Joãozinho, além de Marçal Filho, Renato Câmara e Barbosinha.

 

Por fim, o vereador informou que estaria levando para entregar em mãos do Presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, Paulo Corrêa (PSDB), um documento assinado pelos 13 vereadores de Maracaju em apoio à instauração da CPI da ENERGISA.

 

Foto: Assembleia Legislativa de MS

Vídeo: Câmara Municipal de Maracaju

 

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

MARACAJU: ex-prefeito CELSO VARGAS (inelegível) declara apoio a MARCOS CALDERAN

24.10.2020

1/18
Please reload

ANTÔNIO JOÃO: Juíza “indefere” registro de 12 candidatos do PSDB

23/10/2020

1/18
Please reload

mega_fone_cidadão..jpg

RW apresenta Noticiário ao vivo das 19h00 ás 20h00 a partir desta quarta feira

10.4.2019

1/5
Please reload