• O Cidadão Alerta

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA: de “PAI” para “FILHO”

A moda agora é exonerar o pai ou mãe e nomear o filho (a) pra garantir a vaga.


Foi publicado no Diário Oficial da Assembléia Legislativa (22/06), a exoneração de JAMAL MOHAMED SALEM do cargo em comissão de Assessor de Gabinete Parlamentar XVII, símbolo PLAP.07.17 e ao mesmo tempo a nomeação do seu filho JAMAL MOHAMED SALEM JÚNIOR no cargo em comissão de Assessor de Gabinete Parlamentar XVII, símbolo PLAP.07.17, do Quadro Permanente de Pessoal da Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso do Sul na mesma função.


No governo de Reinaldo Azambuja, situação semelhante ocorreu quando foi exonerada a "PRÉ-CANDIDATA" a prefeita de Maracaju, GIOVANA VARGAS (DEM), e ao mesmo tempo foi nomeada a sua filha MARIA CAROLINNA FERREIRA MAIA em função e cargo diferente, mas com o mesmo símbolo, ou seja, mesmo salário, R$ 10.413,43 (dez mil, quatrocentos e treze reais e quarenta e três centavos).


As exonerações ocorrem devido ao prazo de desincompatibilização para as Eleições 2020, e para garantir a vaga, caso não obtenham resultado positivo, supostamente podem retornar no lugar de seus filhos.


mega_fone_cidadão..jpg