Prefeito de Rio Brilhante que reduziu o próprio salário na pandemia, agora quer o dinheiro de volta

25/07/2020

Medida reduzindo o salário foi tomada em Rio Brilhante, no dia 17/04, início da pandemia, mas agora não vale mais e salários terão que ser ressarcidos.

 

Decreto publicado no Diário Oficial de Rio Brilhante (23/07) e assinado pelo prefeito DONATO LOPES DA SILVA (PSDB) chamou a atenção dos moradores e está causando polêmica nas redes sociais do município.

 

O decreto determina que os descontos do seu próprio salário e também de secretários e assessores que seriam usados no combate à pandemia do coronavírus sejam devolvidos.

 

Na época, Donato reduziu em 50% os subsídios dos cargos de prefeito, vice-prefeito e 20% dos salários dos funcionários e servidores comissionados DAS-1, DAS-2, DAS-3, CAI-1 e CAS – 1. Só foram poupados os que estavam lotados na área de Saúde.

 

Nesta quinta-feira (23/07), um novo decreto foi publicado: “Fica autorizado ao Recursos Humanos a devolução dos valores descontados nos meses de abril/2020. Maio/2020 e junho/2020 a serem devolvidos na competência de julho/2020”, diz o artigo primeiro do Decreto 28.656 assinado pelo prefeito. Confira a imagem abaixo:

Com isso, o prefeito disse na época que o valor economizado no período de três meses seria depositado na conta do FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE para pagar despesas com as ações de saúde.

 

“Vamos enfrentar momentos difíceis por conta da pandemia do novo coronavírus e precisamos também fazer gestos de economia”, afirmou Donato.

 

Os cortes nos salários de Donato e dos seus auxiliares foram alardeados e considerados como um “GESTO NOBRE” de combate à pandemia do coronavírus. Entretanto, segundo um morador da cidade “não passou de demagogia, na medida em que determina que os descontos sejam devolvidos”.

 

 

“Muito cômico ver certas coisas…Primeiro o prefeito divulga aos quatro cantos da cidade dizendo que reduziu o salário dos servidores comissionados/cargos de confiança da prefeitura e agora edita um decreto mandando devolver tudo o que foi descontado. Só em Rio Brilhante mesmo, se doou ou está doado, ou não?”, criticou seu antecessor, Sidney Foroni, em publicação na página do Facebook. Confira a imagem abaixo:

 

 

Fonte: Midiamax

Jornalista: Marcos Morandi

 

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Celso Vargas consta na relação dos gestores que tiveram contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas MS

12.8.2020

1/18
Please reload

SANESUL mantém suspenso corte de água para famílias de baixa renda

10/08/2020

1/18
Please reload

mega_fone_cidadão..jpg

RW apresenta Noticiário ao vivo das 19h00 ás 20h00 a partir desta quarta feira

10.4.2019

1/5
Please reload